domingo, 4 de janeiro de 2009

ELETIVA SOCIOLOGIA - MEIO AMBIENTE


TEMA: MEIO AMBIENTE

Apresentação



A partir da pesquisa etnográfica, realizada por Teixeira, Sirena e Tiotônio (2008)¹, no bairro do Riachuelo, constatou-se a necessidade de se realizar nessa comunidade um trabalho de Educação Ambiental, a fim de conscientizá-la de que a maneira como tratamos o lixo, dentro e fora de casa, pode afetar negativa ou positivamente o bem estar de toda a nossa cidade.

Em função dessa constatação, nós, supostos professores da rede municipal do bairro, decidimos elaborar um projeto pedagógico, dentro do tema transversal de Meio Ambiente sugerido pelos PCNs para o ensino fundamental, com turmas de 8º ano, para que esses alunos se tornem multiplicadores de uma nova consciência em relação aos cuidados com o lixo doméstico, levando a comunidade a : “Perceber-se integrante, dependente e agente transformador do ambiente, identificando seus elementos e as interações entre eles, contribuindo ativamente para a melhoria do meio” (PCNs-Brasília:MEC/SEF,1998 432p. ), com o objetivo de contribuir de maneira positiva para o bem estar dessa comunidade, da cidade e, por extensão, para a saúde ecológica de todo o nosso planeta, considerando “o meio ambiente em sua totalidade: em seus aspectos natural e construído, tecnológicos e sociais” (econômico, político, histórico, cultural, técnico, moral e estético) Tbilisi( 7997);

OBS: Por “ambiente” entende-se não apenas o entorno físico, mas também os aspectos sociais, culturais, econômicos e políticos inter-relacionados.

1. TEIXEIRA L.M.C., SIRENA M.L., TIOTÔNIO, Lixo doméstico e destinação final do lixo: Um estudo sobre o comportamento da comunidade do Riachuelo. Rio de Janeiro: Semana de Educação da UERJ, Novembro de 2008.



Metodologia


PROPOSTAS DE OFICINAS

1ª OFICINA:

Fazer uma visita com a turma pelos arredores do bairro, no entorno da escola, para observar como o lixo é encontrado nas ruas, nas portas das residências e nos terrenos baldios. Aproveitar para entrevistar as pessoas que estão nesses ambientes, fazendo questões dentro do tema: se eles sabem o que pode ser classificado como lixo, se eles sabem quanto resíduo/lixo é gerado em suas residências. O que fazer com tanto lixo? Como podemos aproveitá-lo? A coleta seletiva e a reciclagem são meios de aproveitar o lixo e de preservar o nosso meio ambiente? etc. Como tarefa complementar, observar sua vizinhança durante a semana seguinte e elaborar um relatório da visita ao bairro com essas observações.

2ª OFICINA:

Com base nos relatórios, os professores levarão para a 2ª oficina material teórico para ser discutido em sala de aula, pode ser em vídeos ou revistas e jornais dando esclarecimentos sobre o tratamento que deve ser dado ao lixo até chegar ao seu destino final. Com a turma dividida em grupos, discutirão sobre a visão teórica, confrontando-a com as experiências da visita ao bairro e das observações feitas durante aquela semana, socializando, assim o conteúdo de cada um. Ao final, cada grupo exporá para a turma suas conclusões.

3ª OFICINA:

Essa oficina poderá ser ou uma visita guiada, que é organizada pela COMLURB, para conhecer o aterro sanitário de Gramacho e saber o que realmente acontece com lixo que chega lá, ou poderemos convidar os funcionários da Comlurb para falar sobre a coleta seletiva (como separar o lixo no seu lugar certo).

4ª OFICINA:

Com todas as experiências e informações obtidas nas oficinas anteriores, os alunos deverão estar aptos a elaborar um plano de ação para interagir com a comunidade escolar e/ ou comunidade do bairro.

Sugestões de ações:
- Elaborar um panfleto esclarecendo à comunidade sobre as questões discutidas.
- Os alunos farão uma pesquisa sobre o que podem fazer para aproveitar o lixo (trabalhando com sucata). Essa pesquisa será necessária para que eles estejam preparados para dar uma oficina para a comunidade.
- Fazer uma gincana para coleta de material reciclável.
- Será escolhido um dia para que os alunos mostrem tudo o que aprenderam, onde será feita uma exposição com vídeos, maquetes, murais, entre outros. A exposição será visitada pela comunidade e os alunos irão explicar o que se passa em cada parte da exposição.


Avaliação


A avaliação poderá ser feita ao longo da realização de cada oficina.

- 1ª oficina: relatório
- 2ª oficina: participação nos debates de grupo e posterior apresentação de conclusões
- 3ª oficina: atitudes durante a visita ou palestra
- 4ª oficina: através dessa atividade, será possível perceber claramente quem realmente assimilou a importância de possuir atitudes corretas em relação ao seu lixo doméstico e se é capaz de passar adiante essa consciência.
Grupo:

Juliana
Lenira
Patrícia
Rogério
Simone
Soliete
Talita
Vanessa



AVALIAÇÃO DO PROFESSOR

O grupo atendeu a todos os objetivos do trabalho. O plano de aula sugerido é extremamente pertinente e bem elaborado. Contudo, para a seqüência das atividades, sugiro algumas reflexões:

1) Uma empreitada como esta exige participação ativa de toda escola. Como proceder a essa sensibilização coletiva?
2) Quais são os meios possíveis para a captação de agentes multiplicadores da informação que o plano de aula pretende transmitir/ construir?
3) Como relacionar a preocupação ambiental com as questões sociais mais comuns na atualidade? Em outras palavras, que mecanismos de abordagem podem ser utilizados para ilustrar ao aluno a importância da preservação ambiental para o equilíbrio da vida em sociedade?

2 comentários:

Luciano Cabral - educ e transf disse...

De fato, a organizaçao da semana proposta pelo grupo requer certos desafios devido ao tamanho e ao empenho. Contudo, se pensada (e repensada) desde o início do ano letivo nao causará maiores problemas. Quanto à sensibilização de toda a escola em tomar parte no projeto, não seria um grande problema, visto que o assunto Meio Ambiente - tão discutido ultimamente - por si só já convenceria. Talvez, o maior desafio seriam as excursões pelo bairro e as palestras com os profissionais da Comlurb. Porém, feito com organização e tempo satisfatório, o projeto aconteceria sem grandes imprevistos. A participação (em maioria) dos alunos na Semana do Meio Ambiente já vale como avaliação. Um projeto desta magnitude, com debates, jogos, exposição e aulas fora do ambiente escolar é sempre um combustivel para motivar os alunos.

Luciano Cabral - educ. e transf. no mundo do trabalho

Luciano Cabral - educ e transf disse...

Sobre a terceira pergunta, há uma notícia muito difundida e muito pertinente sobre Meio Ambiente: 'A Guerra do Lixo', a transferencia do lixo dos aterros sanitarios já abarrotados para os suburbios da Italia. Em Nápoles, por exemplo, até o exército já foi chamado para intervir contra os manifestantes, que nao querem aquele lixo por ali; eles reclamam do uso do espaço (para guardar lixo) e do mal cheiro. Seria uma boa discussão sobre equilíbrio da vida em sociedade - o lixo como protagonista de uma guerra civil.

Luciano Cabral - educ e transf no mundo do trab